Crédito Rural

TRAIVE anuncia parceria com BTG Pactual para digitalização do crédito ao produtor rural

Os recursos serão utilizados para empréstimos a distribuidores de insumos


Publicado em: 11/10/2021 às 15:00hs

TRAIVE anuncia parceria com BTG Pactual para digitalização do crédito ao produtor rural

A TRAIVE, agfintech especializada em tecnologias escaláveis para o setor de crédito agrícola, dá mais um passo em sua missão de reinventar o financiamento do setor através de dados e anuncia parceria com o BTG+ business, plataforma digital de soluções para Pequenas e Médias Empresas (PMEs) do BTG Pactual (BPAC11). O acordo deve injetar até 3 bilhões de reais no mercado agrícola e vai trazer muitas vantagens para fornecedores do setor agro, contribuindo para fortalecer o papel do distribuidor de insumos como agente de crédito agrícola no mercado nacional. 

"Um dos propósitos da TRAIVE é promover segurança e agilidade para o mercado de crédito agrícola no Brasil. O crédito bancário é um pilar fundamental para a sustentabilidade das distribuidoras de insumos e suprimentos agrícolas que fazem a venda direta para os produtores. A possibilidade de os distribuidores compartilharem o risco de crédito da venda de insumos junto ao BTG Pactual, o maior banco de investimentos da América Latina, é mais uma entrega de peso que fazemos para esse mercado", explica o co-fundador e CEO da TRAIVE, Fabricio Pezente. 

O setor agrícola é complexo e demanda muito capital e isso se traduz em dificuldades para os produtores rurais terem acesso ao crédito. O co-head do BTG+ business, Gabriel Motomura, explica que o banco está trabalhando em ofertas e soluções para auxiliar o produtor rural na aquisição dos insumos necessários à produção agrícola, "queremos apoiar cada vez mais os pequenos e médios produtores a seguirem o caminho da retomada econômica e desenvolvimento dos negócios e, para isso, estamos fazendo parcerias com as principais cooperativas, revendas e sistemas de gestão para distribuição dos produtos", detalha Motomura. 

Rogério Stallone, sócio de credito corporativo do BTG Pactual e co-head do BTG+ business, frisa que o objetivo é dar suporte permanente ao mercado de intermediação de insumos, "este setor tem uma grande necessidade de crédito e muitas vezes recorre ao barter (quando o pagamento pelo insumo é efetuado por troca de produtos) para financiamento das suas operações, colocando grande pressão de liquidez nas revendas e distribuidores, redução de margens e assimetria na tomada de riscos. Queremos democratizar o acesso ao financiamento, estando junto do produtor em todas as fases, do plantio a comercialização, armazenamento e logística", comenta Stallone. 

Ao longo dos próximos meses, a parceria da TRAIVE e BTG+ business será ampliada e poderá beneficiar cerca de 5 mil distribuidoras de insumos e suprimentos das principais regiões agrícolas do Brasil. 

Diferenciais da TRAIVE 

Fugindo dos modelos analógicos que existem hoje no mercado de securitização, como os CRAs (Certificados de Recebíveis do Agronegócio), que tornam o crédito muito caro, o modelo digital da TRAIVE, que usa inteligência artificial e automatização para oferecer uma rota segura e replicável para o empréstimo com menor risco, se destaca na recriação do crédito agrícola no Brasil através de tecnologia proprietária aplicada. 

"É nesse cenário, onde a digitalização, análise e precificação do risco de crédito são essenciais, que se destacam as soluções da TRAIVE, e é isso que favorece nossa parceria com o BTG+ business e com outros mais que possam surgir nessa jornada", destaca Fabricio Pezente. Ele chama a atenção para o movimento inédito de parceria entre a agfintech e bancos não tradicionais como um grande diferencial de transformação para o mercado e explica que a TRAIVE oferece soluções e algoritmos que realizam fina análise de riscos para o crédito, o que traz escalabilidade para o mercado e atrai outros parceiros para essa revolução. 

A TRAIVE reúne, em uma única solução tecnológica, inteligência de dados e conexões para solucionar os principais problemas enfrentados por tomadores de crédito e emprestadores. Todas as soluções estão integradas e isso contribui para a resolutividade das assimetrias históricas da chamada regra dos três terços, a conta mágica que sustenta a produção agrícola: um terço é composto pelo crédito bancário, outro terço é o investimento que sai do bolso do próprio produtor rural e o último terço é o financiamento que as distribuidoras de insumos e suprimentos agrícolas fazem na venda direta para os produtores. 

A startup apresenta uma solução de crédito digital que permite maior segurança exatamente para os que correm maior risco na cadeia de financiamento da produção agrícola do Brasil: os varejistas e as distribuidoras. O foco da parceria da TRAIVE com o BTG+ business está exatamente no terço relacionado ao crédito bancário, sendo um forte gargalo nessa conta.

Fonte: Inpress PNI

◄ Leia outras notícias