Pastagens

Dia de campo on-line mostra a transição entre seca e chuvas em sistema ILP

A transição entre o fim da seca e início das chuvas é um dos momentos mais críticos em sistemas de integração lavoura-pecuária (ILP)


Publicado em: 05/11/2020 às 12:50hs

Dia de campo on-line mostra a transição entre seca e chuvas em sistema ILP

A retirada do gado das pastagens, para que possam ser dessecadas e preparadas para a semeadura da lavoura exige planejamento do produtor rural. As estratégias adotadas pela Fazenda Pontal (Nova Guarita-MT) para essa etapa do processo produtivo serão o tema do 5º Dia de Campo sobre integração lavoura-pecuária JP Agropecuária e Embrapa Agrossilvipastoril, que será realizado no próximo sábado, dia 7, de forma on-line.

A transmissão será pelo canal da Embrapa no Youtube e pelo site da Embrapa Agrossilvipastoril (www.embrapa.br/agrossilvipastoril), a partir das 9h (horário de Brasília).

As inscrições antecipadas para o dia de campo podem ser feitas no site da Embrapa Agrossilvipastoril. O link direto da transmissão será enviado aos inscritos na véspera do evento.

Este será o segundo dia de campo on-line sobre a Fazenda Pontal. Em maio deste ano, o evento focou na transição da lavoura para a pecuária, mostrando tecnologias para a formação das pastagens e uso de consórcios forrageiros após a safra de soja, além do sistema de monta invertida. (confira como foi aqui)

A Fazenda Pontal trabalha com a cria de nelore, tendo como tripé de seu planejamento a ILP, o manejo de pastagens e a estação de monta invertida.

Programação

A programação deste dia de campo on-line contará com três blocos de apresentações, intercaladas por espaço de interatividade, onde o proprietário da fazenda, José Leandro Peres e o pesquisador da Embrapa Bruno Pedreira farão um bate-papo respondendo as perguntas dos participantes e abordando mais informações sobre os procedimentos adotados na fazenda Pontal.

O primeiro bloco abordará a técnica de IATF como ferramenta de intensificação da cria, o histórico e a realidade da estação de monta invertida. O segundo bloco falará sobre a gestão de pastagens e o impacto da suplementação na seca e no confinamento. O terceiro e último bloco trará informações sobre os sistemas de dessecação de pastos em áreas de ILP e a importância das análises de solos e plantas.

Realizado pela Embrapa Agrossilvipastoril, em conjunto com a JP Agropecuária e o Senar-MT, o dia de campo é fruto de uma parceria entre a fazenda e a Embrapa, com patrocínio de empresas privadas, que visa validar tecnologias para sistemas de integração lavoura-pecuária em Mato Grosso.

O evento também faz parte das atividades coordenadas pela Embrapa no âmbito dos Projetos Integrados da Amazônia, custeados pelo Fundo Amazônia.

Fonte: Embrapa Agrossilvipastoril

◄ Leia outras notícias