Gestão

Missão comercial do Governo de Minas aproxima setor avícola e de suínos de Minas com o mercado argentino

Organizado pelas secretarias de Agricultura e de Desenvolvimento Econômico, encontro realizado em Buenos Aires reuniu seis empresas mineiras do setor


Publicado em: 19/05/2022 às 08:40hs

Missão comercial do Governo de Minas aproxima setor avícola e de suínos de Minas com o mercado argentino

Missão comercial realizada pelo Governo de Minas, por meio das secretarias de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e de Desenvolvimento Econômico (Sede), promoveu o encontro do setor mineiro de carne suína e avícola com o setor de supermercados, indústrias e frigoríficos argentinos, com o objetivo de buscar novos mercados, ampliar canais de comercialização entre empresas de ambos os países e diversificar a pauta de exportações de estado.   

Realizado entre os dias 16 e 17 de maio, na Embaixada Brasileira em Buenos Aires, o evento teve a presença de seis empresas mineiras do setor avícola e de suínos, e contou com a parceria da Associação dos Suinocultores do Estado de Minas Gerais (Asemg) e Associação dos Avicultores de Minas Gerais (Avimig). 

Representando a secretaria de Agricultura, o subsecretário João Ricardo Albanez destacou a importância da missão comercial.  “Os grandes fornecedores de carnes de aves e suínos para o mercado argentino estão no sul do país, principalmente nos estados de Santa Catarina e Paraná.  O mercado argentino ainda não é um consumidor expressivo nas exportações mineiras de carnes de aves. Já em relação à carne suína, a Argentina ocupa o nono lugar das exportações do estado. Esta missão é uma oportunidade para o setor produtivo mineiro estreitar as relações comerciais e diversificar a pauta exportadora com a inclusão de produtos de maior valor agregado”, avalia.  

O diretor de Promoção de Exportações da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Faria, também ressaltou o propósito da missão. “Minas Gerais, apesar de não estar tão próximo da Argentina em termos logísticos, consegue apresentar um produto com valor competitivo e alta qualidade, em condições de concorrer com qualquer potencialidade que outros estados possam apresentar. No momento, a América do Sul como um todo participa somente com 8% do comércio internacional de Minas. E a Argentina se apresenta como um grande mercado a ser explorado, com potencial de enriquecimento da nossa pauta exportadora”, analisa.  

Mercado Argentino 

Durante o encontro, o chefe da missão comercial na Embaixada do Brasil em Buenos Aires, Márcio Gasparri, apresentou a contextualização econômica da Argentina. Segundo sua análise, tem havido um crescimento significativo no consumo de frangos e suínos e redução no consumo da carne bovina.  

De acordo com os dados apresentados, o consumo de carne de aves no país passou de 20 kg/por pessoa em 2003 para 45,5 kg/por pessoa no ano passado. A participação da carne suína na dieta proteica dos argentinos saltou de 7,9% em 2000 para 14,5% em 2021. Entre os fatores que explicam esse crescimento estão a percepção do consumidor sobre a qualidade do produto e o contexto econômico e de inflação no país. 

Também foram abordados durante o encontro os aspectos técnicos e procedimentos burocráticos para a comercialização entre os países, além das informações sobre a logística e o transporte de mercadorias. Após as apresentações, foi realizada a rodada de negócios entre importadores argentinos e exportadores mineiros. 

Fonte: SEAPA MG - Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento – Assessoria de Comunicação Social

◄ Leia outras notícias