Laticínios

Produtor muda de ramo e investe em capacitação por meio de cursos do Sistema FAEMG/SENAR/INAES

Diego Ferreira Santos, formado em Administração de Empresas e pós-graduado em Administração Gerencial, morador de Prados, no Campo das Vertentes, mudou o rumo da sua vida há cinco anos


Publicado em: 12/08/2021 às 12:20hs

Produtor muda de ramo e investe em capacitação por meio de cursos do Sistema FAEMG/SENAR/INAES

Diego Ferreira Santos, formado em Administração de Empresas e pós-graduado em Administração Gerencial, morador de Prados, no Campo das Vertentes, mudou o rumo da sua vida há cinco anos. Ele, que era professor da rede estadual de ensino e cumpriu mandato como vereador, acabou mudando de ramo após a morte do seu pai, há seis anos. “Quem mexia era meu pai, mas sempre com poucas vacas e sem investir no negócio.”

Com o falecimento do seu pai, seu irmão, Douglas Ferreira Santos, assumiu o trabalho no campo e ficou responsável por dar conta de tudo. “Ao perder meu contrato com a educação no Estado, resolvi me juntar ao meu irmão e passei a focar exclusivamente na roça.”

De acordo com Diego, um dos primeiro passos para atuar no novo segmento foi se inscrever em cursos oferecidos por meio da parceria entre o Sistema FAEMG/SENAR/INAES e o Sindicato dos Produtores Rurais de São João Del Rei. “Os primeiros foram Cria e Recria e Inseminação Artificial. A partir daí, comecei a melhorar meu rebanho, assim como a estrutura do curral, com a construção de nova sala de ordenha e pista de trato. Ao mesmo tempo, comprei mais máquinas mais e vacas.” Durante o período em que investiu na propriedade e na produção, Diego participou dos cursos Casqueamento, Alimentação de Bovinos e de treinamentos voltados para a produção de queijos e a comercialização.

“Em 2018, surgiu a oportunidade de vender leite barriga mole – em saquinhos - para as escolas. Corri atrás para fazer um cômodo, conforme as exigências, e consegui o selo do Selo de Inspeção Municipal. Comprei algumas máquinas para pasteurizar o leite e envasá-lo. Depois, comecei a produzir alguns queijos. O aprimoramento e a introdução de novos produtos veio a partir dos cursos oferecidos pelo Sistema FAEMG/SENAR/INAES. Com os treinamentos, consegui ter um produto mais padronizado e de qualidade. Com as novas técnicas de produção, melhorei o tempo gasto para produzir. Hoje, consigo produzir mais em menos tempo e com menos matéria-prima.”

Produção mensal

Com portifólio que conta com queijo minas frescal, minas padrão, provolone, cabacinha, muçarela barra e barrinha, bolinha, nozinho, palitinho e trança, queijo coalho, manteiga e bebida láctea, a produção mensal do Laticínios Beira Serra equivale a cerca de 300 a 400 quilos de queijos, 30 quilos de manteiga, 200 litros de leite barriga mole e aproximadamente 300 litros de bebida láctea.

Além de contar com uma loja em Prados, Diego atende a uma loja na turística Bichinho, vizinha de Tiradentes. “A minha meta é expandir meu negócio, aumentar a minha produção e conquistar mais clientes. Para isso, está em análise o selo SIMC e pretendo conseguir o selo do Instituto Mineiro de Agropecuária.”

Para o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de São João Del Rei, Marcelo Luiz Silva Oliveira, casos como esse mostram a importância da parceria com o Sistema FAEMG/SENAR/IAES. “É o Sistema fazendo o produtor rural caminhar sempre para frente.”

Fonte: Assessora de Comunicação Sistema FAEMG/SENAR/INAES

◄ Leia outras notícias