Frigoríficos e Abatedouros

GeneSeas investe na exportação de produtos congelados para a América do Norte

Empresa atua como fornecedora de pescados e agora enxerga uma nova oportunidade de crescimento no mercado externo


Publicado em: 20/05/2022 às 07:20hs

GeneSeas investe na exportação de produtos congelados para a América do Norte

Com mais de 10 anos de atuação em terras norte-americanas por meio de sua distribuidora Tropical, a GeneSeas — especialista na verticalização do processo da tilápia e no processamento de frutos do mar e outros pescados — conquistou o mercado externo com seus produtos frescos de qualidade. Porém, seguindo a dinâmica de consumo pós-covid-19, a empresa foca agora seu negócio na exportação de produtos congelados e certificados de acordo com as principais normas regulatórias.

A razão disso é a soma das novas tendências de consumo da população, que desde o início da pandemia passou a frequentar menos o mercado e preferir produtos congelados, ao cenário econômico global, puxado principalmente pelas crises logísticas e tarifárias. A alta dos preços dos insumos, o crescimento das taxas de juros e as crises geopolíticas impactam a cadeia produtiva como um todo e demandaram novas soluções.  

O novo modelo de negócios, mais voltado para os produtos congelados, também foi uma resposta aos entraves do transporte aéreo de mercadorias. Com as medidas sanitárias implantadas em 2020, a escassez de voos elevou o custo do frete e encareceu o transporte de peixes frescos, que precisam ser entregues em até 72h. Por outro lado, a mesma crise afetou a China, fazendo com que a maior exportadora de pescados congelados do mundo tivesse uma grande baixa em suas operações.

Segundo Gabriel Pires, diretor comercial da GeneSeas, este cenário gerou uma grande oportunidade para a tilápia congelada brasileira conquistar o mercado norte-americano. A previsão é que com a entrada no setor de congelados, o Brasil conquiste o lugar da China nos próximos sete anos e supere outros importantes produtores como a Indonésia e o Egito, que estão estagnados na capacidade de crescimento no mercado.

Para o executivo, os novos hábitos dos consumidores também foram decisivos para que os peixes congelados passassem a representar quase 90% das vendas da GeneSeas, mesmo no território nacional. Com a pandemia, as pessoas puderam perceber que os produtos congelados podem ter o mesmo frescor dos in natura e, agora, muitos dão preferência para os congelados por sua praticidade e duração.

Para Gabriel Pires, este é um momento de mudanças que traz perspectivas muito positivas para a empresa. “A tilápia nacional tem potencial para conquistar grandes mercados, como o dos EUA e Canadá, e acredito que a GeneSeas possa liderar esse movimento. Já temos nossas operações no país, através da nossa distribuidora Tropical e foi necessária apenas uma pequena mudança em nossa cadeia de produção para que pudéssemos nos adaptar à nova realidade. Nosso produto tem alto valor agregado por todas as nossas certificações e nossa responsabilidade socioambiental, que são exigências para exportação”.

O próximo passo da GeneSeas é abrir caminho nas principais redes de supermercados canadenses e estadunidenses, para dobrar sua capacidade e ampliar seus negócios, tanto no mercado interno quanto em suas exportações. Recentemente, a empresa anunciou a expansão em sua produção de peixe e capacidade na produção do filé. Hoje a GeneSeas produz aproximadamente 6 mil toneladas de filés de tilápia por ano, operando em média com 90% de sua capacidade.

Fonte: a4&holofote comunicação

◄ Leia outras notícias