Pragas e Doenças

Maçã: Mariposa oriental compromete formação da planta, com o secamento de ponteiros, ramos e frutos

Lagarta deve ser controlada no início da infestação; perspectivas econômicas para a safra favorecem produtor ante alta do dólar e expectativa de exportação


Publicado em: 14/05/2021 às 16:20hs

Maçã: Mariposa oriental compromete formação da planta, com o secamento de ponteiros, ramos e frutos

A lagarta conhecida como mariposa oriental (Grapholita molesta) impõe desafios à safra brasileira de maçã (Malus domestica). Para especialistas, ano após ano pomicultores devem focar nas medidas de controle da praga nos Estados Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Com vistas ao planejamento da próxima safra, a equipe técnica da companhia de origem ítalo-japonesa Sipcam Nichino recomenda monitorar a mariposa oriental desde o início do ciclo da cultura. Nos ataques mais severos, informa a empresa, a praga causa danos como secamento de ponteiros, ramos e frutos da planta.

Conforme o engenheiro agrônomo José de Freitas, da área de desenvolvimento de produtos da Sipcam Nichino Brasil, a orientação da empresa é iniciar aplicações de seu inseticida Trebon® 100 SC quando forem coletadas na lavoura, por meio de armadilhas, em média 20 machos/semana (fase adulta).

“Trebon® 100 SC é um produto de ponta e efeito de choque. Funciona imediatamente após aplicado”, diz Freitas. Segundo ele, o inseticida tem sido empregado com sucesso há várias safras na maçã, colhida principalmente entre os meses de fevereiro e maio no Sul brasileiro. De acordo com Freitas, o inseticida da companhia tem como ingrediente ativo o composto Etofrenpoxi. 

“Além da eficiência no controle da praga, o produto é ideal para uso no manejo integrado de pragas (MIP) e também no manejo de resistência da mariposa oriental a ingredientes ativos de inseticidas”, reforça Freitas. Ele ressalta ainda que ataques da mariposa oriental à macieira se mostram mais representativos, do ponto de vista do dano econômico, na fase vegetativa da cultura. “Em geral os sintomas aparecem cerca de duas semanas após a eclosão da lagarta.”

De acordo com a Sipcam Nichino, Trebon® 100 SC tem se destacado numa série de estudos realizados em nível de campo, em diferentes culturas, em áreas experimentais e comerciais. Um dos diferenciais do produto, diz a empresa, é a ação rápida nos estágios ovo, larva e 1º instar de pragas.

A maçã brasileira registra média de produção anual acima de 1 milhão de toneladas. Conforme divulgou, em fevereiro último, a Associação Brasileira dos Produtores de Maçã (ABPM), em 2021 as exportações da fruta, de aproximadamente US$ 40 milhões anuais, podem crescer na casa de 60%, ante a alta do dólar e à perspectiva de aumento da produtividade nas lavouras.

Criada em 1979, a Sipcam Nichino resulta da união entre a italiana Sipcam, fundada em 1946, especialista em agroquímicos pós-patentes e a japonesa Nihon Nohyaku (Nichino). A Nichino tornou-se a primeira companhia de agroquímicos do Japão, em 1928, e desde sua chegada ao mercado atua centrada na inovação e no desenvolvimento de novas moléculas para proteção de cultivos.

Fonte: Sipcam Nichino Brasil

◄ Leia outras notícias