Feijão e Pulses

Feijão-carioca tem maior preço desde 2013

“Na madrugada de sexta-feira foram registradas geadas em áreas de cultivo de Feijões do Paraná até Goiás e Minas Gerais"


Publicado em: 24/05/2022 às 11:10hs

Feijão-carioca tem maior preço desde 2013

O preço do Feijão-carioca está, pelas cotações de sexta-feira, US$ 92 por saca de 60 quilos, de acordo com o Instituto Brasileiro de Feijão e Pulses (Ibrafe). De acordo com as informações divulgadas, a última vez que, em um mês de maio, o Feijão-carioca alcançou preços acima deste valor foi maio de 2013, que chegou a US$ 113 por saca de 60 quilos.

“Apesar das notícias de lavouras atingidas por geadas na quinta e sexta-feira, os preços do Feijão-carioca, que já estavam bastante valorizados, mantiveram as cotações e não houve possibilidade de encontrar alguém que pagasse ainda mais para quem precisou vender”, comenta o instituto especializado.

Sobre a geada, os relatos de lavouras atingidas e perdas foram aumentando ao longo do final de semana. “Em algumas lavouras, a geada foi mais forte, em outras, menos. Até no noroeste de Minas Gerais houve pivôs atingidos pelas geadas. Esta era a gota que faltava, mas não terá maior impacto nos preços do Feijão-carioca do que a redução de área em Goiás e em Minas, ou de que o clima já havia prejudicado lá nestes estados, nos sequeiros", indica o Ibrafe.

“Na madrugada de sexta-feira foram registradas geadas em áreas de cultivo de Feijões do Paraná até Goiás e Minas Gerais. Se foi maior ou menor o dano, saberemos na sequência, mas esta nova frente fria trará, em algumas localidades, até 3 noites com geadas. Mercado ontem muito agitado, mas sem Feijão-carioca extra vendeu o que tinha no Paraná com notas intermediárias de R$ 400/450”, conclui o Instituto Brasileiro de Feijão e Pulses (Ibrafe), nesse início de semana.

Fonte: Agrolink

◄ Leia outras notícias