Arroz

“Já temos algumas perdas no arroz por estiagem”, lamenta presidente do Irga

A estiagem que assola o Rio Grande do Sul afeta o rendimento esperado para as lavouras de arroz na temporada 2021/22


Publicado em: 26/01/2022 às 11:10hs

“Já temos algumas perdas no arroz por estiagem”, lamenta presidente do Irga

“Já temos algumas perdas”, lamenta o presidente do Instituto Rio Grandense do Arroz (IRGA), Rodrigo Machado, ao ser questionado pela Agência SAFRAS, durante o lançamento à imprensa da 32ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz. “Mas ainda não é adequado dar um parecer definitivo sobre a produtividade”, frisa.

Para o presidente da Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz), Alexandre Velho, em duas ou três semana será possível ter uma clareza maior da situação com a seca no estado. “É claro que não deveremos atingir os 9 mil quilos por hectare da safra passada”, pondera. Nesta temporada 2021/22, foram cultivados um pouco mais de 950 mil hectares no estado.

De qualquer forma, o quadro gaúcho é preocupante. “Ainda é precipitado (estimar a produtividade), mas já temos perdas”, adverte Machado. “Temos que ter um cuidado no levantamento”, pondera. Na próxima sexta-feira, o IRGA vai divulgar mais um relatório com as condições das lavouras gaúchas.

Sobre a Abertura da Colheita, que acontece de 16 a 18 de fevereiro, na Estação Terras Baixas da Embrapa Clima Temperado, em Capão do Leão (RS), o presidente do Irga destaca que é o fórum adequado para discutir toda a cadeia. “A informação é um ativo fundamental”, acrescenta Alexandre Velho.

O evento deve ter a participação de pelo menos 17 países este ano. “E devemos ter um público ainda maior que o ano passado”, finaliza Rodrigo Machado.

Fonte: Agência SAFRAS

◄ Leia outras notícias